Clínica de Psicología em Lisboa

ITAD » Blog » Perturbação Fonológica

Perturbação Fonológica

Postado por sergio, em 16 Março 2015 na Blog

Perturbação Fonológica consiste na dificuldade da produção, representação e organização mental do sistema de sons.

Perturbação Fonológica

Esta é uma perturbação de caráter cognitivo-linguístico, ocorrendo não devido à dificuldade da realização dos sons pelos órgãos articuladores (língua, lábios, palato e bochechas), mas sim devido à dificuldade que a criança apresenta em compreender o contraste de sons e em usar adequadamente as regras fonológicas. Nesta perturbação, os erros produzidos pela criança não são sistemáticos, isto é, a criança produz corretamente um ou vários sons em determinado contexto, não o conseguindo produzir noutro contexto distinto, não sendo assim possível prevê-los.

Estes erros podem ocorrer por substituição de sons, por exemplo a criança diz “sita” em vez de “fita” ou por omissão de sons, por exemplo, “chinê” em vez de “chinês”. Nas crianças com perturbação fonológica, os processos fonológicos (substituições/ omissão de sons) permanecem até mais tarde do que a idade esperada para este fato. Em alguns casos, também podem observar-se processos fonológicos que não se observam durante o desenvolvimento típico, sendo estes processos denominados idiossincráticos.

Esta dificuldade pode ocorrer devido a um meio ambiente pouco estimulante, à não frequência de um jardim-de-infância, perda auditiva, devido a dificuldades de consciência fonológica ou dificuldades de discriminação auditiva.

Uma Perturbação Fonológica, para além das alterações no discurso em que é pouco claro ou em alguns casos ininteligível, podemos também estar perante dificuldades no desempenho escolar, na discriminação de sons, no reconhecimento de contrastes fonológicos e na consciência fonológica. Associadas a estas alterações, em crianças com baixa tolerância à frustração, podem surgir situações de inibição de comunicar, problemas de socialização e baixa autoestima. Nestes casos, os pais/educadores devem solicitar uma avaliação de um terapeuta da fala assim que se apercebam do problema de modo a, caso seja necessário, ocorrer uma intervenção o mais precoce possível nesta área, de modo a evitar repercussões negativas no desenvolvimento e aprendizagem da leitura e escrita, uma vez que estas dependem do processamento fonológico que a consciência fonológica implica.

A avaliação desta patologia em terapia da fala inicia-se pela recolha de informações relevantes do desenvolvimento da criança (anamnese), devendo ser completada com a aplicação de alguns testes que visem a avaliação da articulação verbal oral, do desenvolvimento da linguagem e de discriminação auditiva. Só após uma avaliação completa e análise dos respetivos resultados é possível identificar uma Perturbação Fonológica, que é uma patologia da linguagem a qual pode ser confundida com outras patologias de fala em que podem ocorrer erros semelhantes.

Nas Perturbações Fonológicas, o terapeuta da fala foca não só a sua intervenção na produção dos sons alvo, assim como o contexto em que são produzidos, na consciência fonológica dos mesmos e na sua discriminação auditiva.

Nestas situações, é fundamental um trabalho de equipa entre todos os cuidadores da criança. Deste modo, em casos de Perturbação Fonológica recomendam-se as seguintes estratégias:

– Não imitar as produções incorretas da criança;
– Dar sempre um modelo correto, aquando das produções incorretas da criança;
– Fazer atividades com a criança que promovam o desenvolvimento da consciência fonológica (jogos com rimas, descobrir palavras que comecem pelos mesmos sons);
– Fazer atividades com a criança que estimulem o desenvolvimento da linguagem (ler um livro, fazer um jogo);
– Assegurar que mantém o contacto visual enquanto fala com a criança;
– Não insistir em repetições exageradas de palavras (aumentam a frustração);
– Não demonstrar ansiedade, dando tempo à criança para se expressar;
– Ter consciência que as alterações fonológicas requerem algum tempo a ser superadas;
– Valorizar sempre as evoluções da criança, mesmo que ocorram de uma forma mais demorada.

Obrigado pelo vosso interesse e espero ver-vos em breve na nossa clínica em Lisboa.

Dr. Sérgio Filipe Pereira – Psicólogo em Lisboa
Clínica de psicologia ITAD
Psicólogo, Terapeuta da Fala e Terapeuta Ocupacional
Psicóloga na Clínica do Itad em Lisboa
Clínica de Psicologia ITAD
Av. Almirante Reis nº59 3ºEsq 1150-011 Lisboa – Portugal
211 371 412 – 961 429 911

Palavras relacionadas:

Comentários

Não há comentários para "Perturbação Fonológica"

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *