Clínica de Psicología em Lisboa

Todas as perguntas

Pergunta

Catarina Martins (Aveiro)

Bom dia. Preciso de ajuda. Tenho dois filhos: 7 e 4 anos. Têm ambos personalidades fortes, mas ando preocupada com o meu filho mais velho. Por mais que eu tente ou que leia, tem (muitos) momentos em que é difícil gerir a situação. Ele não consegue lidar com a frustação, é muito impaciente, só quer brincar como ele quer e por mais que o avise muitas vezes não mede o perigo tanto com ele como com o irmão. Nas aulas a professora diz-me que o tem que chamar muitas vezes à atenção por estar distraído ou a falar (e está na 1ª fila). Por outro lado tenho o pai, que não vê problema nenhum, que não fala no assunto e que diz que é normal. Ajudem-me a tentar gerir isto por favor.

Resposta

,

Realizamos avaliações para o despiste o confirmação ou despiste da hiperatividade.

Caso queira realizar um teste completo sobre os problemas de aprendizagem são seu filho, entre em contacto connosco.

 

 

Pergunta

()

Como ajudar um pai idoso que tem o vício do jogo e não aceita qualquer tipo de ajuda a não ser em dinheiro. A ajuda que lhe estamos a oferecer é de procurar ajuda para reestruturar as dívidas que tem e pagar algumas dívidas. Tem dívidas acumuladas e corre o risco de não ter dinheiro para comer. Não fala connosco até à sua morte (palavras dele) se não o ajudarmos monetariamente.

Resposta

Sergio Pereira,

Director Clínico no ITAD

Típico comportamento de um viciado em que recomendamos que não seja dada essa ajuda pois só vai agravar a sua situação e a vossa.

Pelo que descreve, na fase de vicio em que se encontra o seu avô, recomendamos e caso seja possível, que seja ele a procurar ajuda para que o tratamento seja eficaz.

1 2 3 53